Burnout Paradise Remastered: Gráficos e Performance na Switch

Carro em Burnout Paradise Remastered

Lançado no passado dia 19 de junho, Burnout Paradise Remastered chegou à Nintendo Switch. O original de 2008 foi remasterizado com várias melhorias gráficas mas como se desempenha na Nintendo Switch?

O Digital Foundy analisou os detalhes deste port e cumpre o que promete. Sendo um jogo de grandes velocidades e de reflexos rápidos, os 60 FPS são uma parte importante da experiência mas vamos começar a falar primeiro da resolução.

Na Nintendo Switch, enquanto está no Modo TV, a resolução nativa é nos 1600x900. No modo portátil fica em 1280x720. Ambas as resoluções são fixas.

O jogo ocupa cerca de 4GB e traz consigo todos os DLC’s que foram lançados. Também está incluído o modo online multiplayer até 8 jogadores.

Burnout Paradise Remastered: Switch vs PS4 Tested - The Full 60FPS Package?

A nível de gráficos, encontra-se muito semelhante às versões da PS4/XboxOne excepto na resolução que se nota uma diferença maior. Especialmente a nível de Anti-Aliasing, este não tem tanta qualidade e é possível ver partes da imagem pixelizadas no entanto, um bom motion blur poderá esconder parte disso principalmente no modo TV. As sombras também são ligeiramente inferiores.

Outro ponto de destaque é o pop-in. Para a Nintendo Switch foi otimizado o nível de compressão do GPU e o resultado é bastante positivo onde é praticamente impossível encontrarmos pop-in.

A performance também é outro ponto que agrada bastante. O objetivo é atingir os 60FPS e de uma forma geral, é conseguido com sucesso. Quando estamos em zonas de grande volume de tráfego principalmente na cidade, podemos ver quebras que vão até aos 50 mas a experiência não é muito penalizada nisso.

De uma forma geral este é um port bem conseguido e os fãs da série Burnout podem agora jogar numa consola portátil pela primeira vez.

Se gostam dos nossos contéudos deixem o vosso Like na nossa página do Facebook. Podem também seguir-nos no Instagram ou Twitter. Adicionem a GameHub.pt aos vossos favoritos no Google News e acompanhem semanalmente o nosso Podcast.