Far Cry 5 – Dois anos depois

Capa do jogo Far Cry 5

Nota: Este artigo foi escrito por um dos membros da nossa comunidade no Instagram: Igor Pereira.

Antes de começar com a análise, esta foi desenvolvida por mim e por uns amigos meus sobre o Far Cry 5, tentamos separar cada ponto do jogo para dar uma opinião, e queremos desde já agradecer à GameHub.pt pela oportunidade!

Dois anos após o lançamento do Far Cry Primal, que por muitos considerado o pior Far Cry da série, a Ubisoft volta às origens ao lançar o novo Far Cry 5 com a premissa de melhorar tudo o que tinha no Far Cry 4.

HISTÓRIA

Joseph Seed de Far Cry 5

Você é colocado em um mundo controlado por uma seita que, de pouco em pouco, foi tomando conta de toda Hope County, que é o nome da região do jogo. Logo no início, você já se envolve em querer libertar o mapa dos irmãos Seed, antagonistas do jogo.
A história de Far Cry 5 é muito boa, no início ela te prende muito, mas depois disso ela perde muito o interesse, infelizmente eu esperava mais da história do jogo como um todo. E faltou mais o desenvolvimento das histórias com os especialistas da sua equipe (Nick Rye, Grace, Jess, Adelaide, Sharky, Hurk, Boomer, X-burguer e Chuchu). Que também é uma das novidades do jogo, o sistema de especialistas.

GRÁFICOS

O gráfico do jogo é muito bonito, aspetos como a água e as árvores demonstram o quão bonito é o jogo, todo lugar é lindo em Far Cry 5. No entanto, às vezes ocorriam bugs de iluminação, em casas, NPCs e em outros lugares… Fora isso não tenho o que falar sobre o gráfico, pois eu joguei em uma TV 4K com HDR e o jogo era lindo, teve um momento em que eu joguei em uma TV 1080 e mesmo assim eu achei o gráfico tão lindo quanto o que eu vi na em 4K. Este jogo possui uma maior renderização do mapa e dos gráficos em comparação aos outros Far Cry.

JOGABILIDADE

Como nossa experiência foi jogar no Xbox One X, o console mais potente da atualidade, esss foram as minhas opiniões e de uns amigos próximos que me ajudaram a fazer esta review.

Vemos alguns problemas na jogabilidade, como no layout do jogo onde você faz muitas funções no mesmo botão, como é o caso do botão de saquear e de pegar arma, que era o mesmo. Imagino que no PC tinha como alterar essas teclas, mas no Xbox não temos essa opção. Isto tornou-se num ponto negativo na jogabilidade, pois toda hora eu ficava trocando de arma sem querer e às vezes tinha que andar para os lados para aparecer a opção de pegar o dinheiro.
Além disso, a mira de dentro do carro era horrível tanto de arma, como quando lançamos uma granada. Mas já é algo que vem igual aos outros Far Cry no console. Fora isso, a jogoplay do jogo foi fluída em todos os outros pontos.

MUNDO ABERTO

O mundo aberto de Far Cry 5 eu achei meio sem vida, não por falta de pessoas, mas senti que em muitos locais faltava a presença de mais animais. Às vezes eu ia caçar e ficava meia hora esperando aparecer algum animal. O jogo tem uma mecânica de jogar iscas para os animais selvagens, mas quando você jogava, apareciam todos os animais, menos o animal indicado na área, tive grande dificuldade para completar missões de caça.

Fora esses problemas, o mapa inovou em muitos aspetos e cheio de coisas para fazer e se relacionar com os NPC. Gostei do mapa no todo, bem legais as ambientações com os locais.

PERFORMANCE (Xbox One X)

Far Cry 5 Tech Analysis: Xbox One X Takes On All Consoles!

Durante todo o tempo que eu joguei, Far Cry 5 parecia rodar bem tranquilo. Jogando num console, o mínimo que eu esperava é que rodasse a, pelo menos, 30 fps que é o esperado de um console. Mas, para minha surpresa, o jogo em alguns lugares tinha queda de frame, e às vezes ficava bastante tempo assim, tudo bem que o jogo é pesado, mas a Ubisoft tem que garantir que o jogo vai rodar a 30 fps nos consoles, no mínimo é o que a empresa tem que garantir ao consumidor quando lança o jogo. Faltou polimento no jogo.

MISSÕES SECUNDÁRIAS (Paralelas)

Como eu completei o jogo a 100%, fiz todas as missões paralelas, posso afirmar que eu adorei fazer todas essas missões, algumas mais legais que outras, mas todas foram bem tranquilas e simples de se fazer. Haviam missões de pesca que eram mais chatas, não por serem ruins, mas sim porque exigiam mais paciência do que as outras.

Postos Avançados

Todos foram bem legais de se fazer em stealth, alguns tinham que ir no tiroteio mesmo mas outros bem tranquilos de se completar.

Estoques de Preparador

Dos estoques de preparador não tenho nada a reclamar, todos foram legais e interessantes de se fazer. Na região da Faith, tinham alguns bilhetes dentro da missão que revelavam mais sobre a história dela, falando seu nome verdadeiro, o que o Joseph fez com ela e outros detalhes da personagem… O que acrescentava na história do jogo.

Skills (Vantagens)

Como no Far Cry 4, o 5 não poderia ficar sem as vantagens como: Wingsuit, Arpéu, Arrombamento de portas e cofres e muito mais. Quando você adquiria essas vantagens dava para perceber realmente uma diferença enorme no jogoplay, todas eu achei muito úteis para o jogo, algumas eu usava menos que outras, não por serem ruins, mas sim porque meu estilo de jogo não necessitava daquela vantagem.

Desafios

Eu não completei todos os desafios, mas pretendo fazê-los. Todos os que eu fiz são bem simples de se fazer, e alguns eu completava sem reparar, e outros eu tinha que focar em fazê-los para completar. Como os desafios te obrigavam a jogar com várias armas e especialista diferentes, elas me ajudaram muito para decidir quais especialistas eram melhores para o meu estilo de jogo, e também ajudou a me decidir quais armas usar durante o jogo.

Conclusão

Concluindo a minha experência com o jogo, me diverti muito jogando Far Cry 5, desde fazer as missões principais até pegar todos os colecionáveis do jogo. Resumindo tudo o que eu disse a cima, eu recomendo que joguem Far Cry 5 apesar de já terem passado cerca de 2 anos desde o seu lançamento. Existem alguns erros e falhas com o jogo mas vale a pena. É um jogo com gráficos atuais e, sem dúvida, um dos melhores Far Cry que traz uma ponte muito boa para o Far Cry New Dawn.

Nota: Este artigo foi realizado por um dos membros da nossa comunidade. Se quiseres tu também podes ter o teu artigo publicado na GameHub.pt. Sabe como aqui. Este artigo foi escrito pelo nosso membro do Instagram: Igor Pereira.

Se gostam dos nossos contéudos deixem o vosso Like na nossa página do Facebook. Podem também seguir-nos no Instagram ou Twitter. Adicionem a GameHub.pt aos vossos favoritos no Google News e acompanhem semanalmente o nosso Podcast.