• Plataformas: PC
  • Género: RTS
  • Lançamento: 24 Janeiro 2020
  • Produtora: Torus Games, Pyro Studios
  • Editora: Kalypso Media

Um clássico de 2003 regressa em 2020. Praetorians HD Remaster é um jogo de estratégia em tempo real (RTS) que decorre no tempo glorio de Júlio Cesar, imperador do antigo império romano. Será que o HD no nome faz alguma diferença? Vamos descobrir!

Tendo jogado o original em 2003 confesso que quando este Remaster foi anunciado fiquei desejoso rejogar.

Uma das minhas maiores dificuldades a experimentar um novo RTS prende-se com o nível de complexidade dos mesmos. Quando começamos a jogar um novo RTS temos uma curva de aprendizagem bastante longa.

Temos que aprender quem são as nossas unidades, o que elas fazem, as habilidades especiais delas, as suas vantagens, as suas desvantagens, entre outras. Para além disso ainda temos o sistema de economia que envolve recolher recursos, construir novas infraestrutura, atualizar essas mesmas infraestruturas e por aí diante.

Praetorians pega nesta complexidade e diz “não queremos isto” e dá-nos um RTS que as suas mecânicas são básicas mas que ao mesmo tempo divertidas e, a cima de tudo, fáceis de usar.

Praetorians - HD Remaster - Gamescom Trailer (US)

Características de Praetorians HD Ramaster:

  • Três exércitos diferentes, cada um com os seus pontos fortes e fracos únicos: Gauleses, Egípcios e as Legiões Romanas;
  • Mais de 20 missões de campanha no Egito, na Gália e na Itália;
  • Conjuntos únicos de habilidades e formações para diferentes tipos de unidades e personagens;
  • Façam uso de diferentes terrenos e paisagens para planear as suas batalhas;
  • Ação constante.

Jogabilidade

Jogabilidade em Praetorians HD Remaster
Infelizmente não é possível rodar a câmara do jogo

Neste ponto, o jogo mantem-se na sua totalidade fiel ao original. Controlamos as nossas tropas e as nossas aldeias.

Relativamente às tropas cada exército tem os seus pontos fortes e os seus pontos fracos:

  • Romanos: adotam um estilo de jogo mais defensivo onde os legionários romanos são das melhores tropas do jogo. A cavalaria é um grande ponto fraco neste exército mas as tropas de chão são muito fortes.
  • Gauleses: O exército mais ofensivo. Todas as suas unidades são muito fortes na perspetiva ofensiva, mas um pouco fracas a defenderes. Em termos de custa, são o exército mais “caro” de construir.
  • Egípcios: São o exército mais fraco do jogo. Devido a isso, são os mais “baratos” de criar e como tal compensam a sua fragilidade com os seus números e ao facto de conseguirmos criar um exército gigante de egípcios de uma forma bastante rápida.

Sinto que os 3 exércitos estão muito bem balanceados e cada um tem uma forma de jogar totalmente diferente. Sendo eu um jogador que aprecia mais uma boa defesa, os Romanos são a minha primeira escolha, mas, ao testar as outras tropas, senti sempre um equilíbrio.

Por exemplo os Egípcios são o melhor exército para a fase inicial do jogo. Como são unidades baratas e rápidas de recrutar, rapidamente consegui multiplicar o meu exército e atacar os meus inimigos quer no multiplayer, quer no modo Skirmish (igual ao multiplayer mas contra a Inteligência Artificial).

Em termos de economia esta também é bastante simples de entender. Nós conquistamos as aldeias e a partir daí recrutamos as nossas tropas. Por cada modo de jogo existe um limite que nos é imposto pelo jogo para não criarmos infinitamente o nº de tropas. Depois cada aldeia tem um nº máximo de habitantes que podem ser recrutados. Sempre que recrutamos tropas, o nº de habitantes das aldeias baixa e vai sendo reposto ao longo do tempo.

Acho que é a junção destes dois pontos que faz Praetorians, um jogo simples, mas muito eficaz para se jogar. Provavelmente jogadores que procuram um desafio complexo como, por exemplo, atualizações para as tropas ou para os edifícios, vai ficar insatisfeitos. Praetorians foca-se muito mais na ação das batalhas com os exércitos dos inimigos do que a complexidade do sistema de economia ou gestão das tropas.

Pessoalmente acredito que é aqui onde o jogo brilha e o ponto mais forte. A cima de tudo achei o jogo justo comigo. Quando escolhi fácil, conseguia completar as missões facilmente. Quando escolhi difícil tive muito mais dificuldades e perdi muitas vezes. Bom trabalho neste aspeto Torus Games.

Gráficos

Gráficos em Praetorians HD Remaster
O jogo leva-te a terrenos cheios de vegatação, neve ou até mesmo ao deserto

A razão principal para a existência deste Remaster. Até porque está no próprio nome do jogo que vamos ter gráficos atualizados para Alta Defenição. E confesso que os sentimentos são mistos.

Tendo em conta que um Remaster, este era o ponto que tinha mais esperanças de ver uma grande melhoria: manter o núcleo duro do original, atualizando os gráficos e quem sabe a Interface do Utilizador.

Apesar de claramente ser um upgrade sinto que faltou um pouco mais. As texturas e resolução são os únicos aspetos em que o jogo mudou. Poderá ser um aspeto positivo para alguns jogadores porque assim a essência do jogo manteve-se claramente intacta. Mas já passou quase 20 anos desde que o original foi lançado e muita coisa mudou.

Esperava por exemplo um update nas animações, se calhar também melhorar um pouco os modelos das árvores, as tropas também poderiam ter sido redesenhadas, os mapas também poderiam ter sido redesenhados ou os modelos de terrento.

Resumindo o que sinto na parte gráfica, é como se o jogo original fosse a 360p e este fosse a 1080p. Para quem quer apenas isso, vai ficar feliz.

Áudio

Praetorians HD Remastered - 1v1 SKIRMISH Gameplay

Nesta vertente do jogo, é algo semelhante aos gráficos: sentimento misto.

Enquanto que é sempre muito bom ouvir os mesmos sons no jogo, também é importante referir que a qualidade dos mesmos nem sempre é a melhor. Para realizar o teste usei o sistema de som de colunas que tenho para jogar no meu PC e também usei os meus headphones.

Enquanto no sistema de som é muito difícil distinguir a qualidade do som, com os headphones conseguimos reparar que não tem a qualidade dos jogos de hoje em dia. Parece-me que está um pouco “abafado”.

O regresso de um clássico

O Regresso de um clássico - Praetorians HD Remaster
O jogo será lançado também para PS4 e Xbox One

Para aqueles que jogaram o original e adoraram como eu não há como falhar com este Remaster. O conteúdo é exatamente o mesmo, os modos de jogo também.

O jogo surpreendentemente tem suporte total para comandos e ao jogar com um comando Xbox fiquei surpreendido pelo positivo como estava bem-adaptado. O jogo atualmente só está disponível para PC mas futuramente será lançado para PS4 e Xbox One.

Tive a oportunidade de jogar algumas partidas de Multiplayer e é exatamente o esperado. Confesso que esse modo de jogo é divertido e mais exigente que o modo campanha. Os jogos chegam a durar mais de uma hora e é bastante exaustivo por um lado, mas para aqueles que procuram isso, este é um bom exemplo.

As minhas expectativas para este jogo eram altos, afinal de contas foi dos primeiros jogos que joguei em toda a minha vida e em grande parte foram correspondidas. É exatamente o mesmo jogo de 2003 mas com uma atualização gráfica daí o nome Remaster. Contudo podia ter sido mais ambicioso em alguns pontos em que o original pecava.

Podem comprar o jogo no Steam:

Nota: A chave para o jogo foi amavelmente oferecida à GameHub.pt pela editora do jogo Kalypso Media a quem desde já deixamos o nosso obrigado.

REVIEW GERAL
Muito Bom
8