Top 10 Jogos de 2019: Skill Up

Skill Up traz-nos outro excelente vídeo relativos ao seu top 10 jogos de 2019. Tem em consideração que esta lista é baseada na opinião de Skill Up e não é uma lista baseada em pontuações de reviews.

The Top 10 Games of 2019

Começamos por nos questionar: 2019 foi um bom ano para a indústria dos jogos? Na opinião de Skill Up, 2019, foi um ano intermédio, não um completo falhanço mas também não um ano recheados com títulos que definem uma geração de consolas. Antes de começar a falar da lista, Skill Up ainda nos fala de quatro jogos que ele deixou no quadro de honra pois não teve tempo de jogar ou ainda não os terminou.

Quadro de Honra de Skill Up

Devil May Cry 5 (PC, PS4, Xbox One)

Esquecido muitas vezes, inclusive nos Game Awards, tanto a crítica como os fãs adoraram este jogo. Com um novo look e um gameplay muito fluído, Devil May Cry não podia ter regressado de melhor maneira. Para quem não jogou, aproveitem para jogar no Game Pass disponível para PC ou Xbox One por apenas 1€ nos primeiros três meses.

Monster Hunter World: Iceborne (PC, PS4, Xbox One)

Skill Up diz-nos que não conseguiu jogar porque basicamente foi lançado numa altura em que muitos jogos foram lançados. Recorde-se que as versões para as consolas foram lançadas no início de setembro deste ano. Parece ser uma expansão digna desse nome cheia de conteúdos com novas áreas para explorar e monstros mais interessantes que nunca.

Astral Chain (Switch)

Desenvolvido pela adorada Platinum Games, Astral Chain é um exclusivo da Nintendo Switch que teve imenso sucesso este ano. Com 87 de metascore, este jogo destaca-se pela sua ação espetacular e arte peculiar.

Fire Emblem: Three Houses (Switch)

Skill Up nunca jogou nenhum Fire Emblem no entanto, depois de não ter sido nomeado para os Game Awards para nenhum prêmio, ele decidiu tentar e está com 15 horas de jogo adora o jogo: parece que é uma mistura estranha de vários géneros mas considera que é um jogo de estratégia fantástico.

Os melhores jogos de 2019

#10 – The Outer Worlds (PC, PS4, Xbox One)

O jogo mais sortudo de 2019: desenvolvido pela Obsidian Entertainment que foi afastada da saga Fallout porque não atingiu a pontuação das análises suficiente no Metacritic para Fallout: New Vegas (atingiu 84 e a Bethesda queria 85); anunciam este jogo após o lançamento do horrível Fallout 76 e, para melhorar, lançam o jogo no mesmo dia que é anunciado um serviço de subscrição para Fallout 76 horroroso. Mesmo que o fosse mau (que não é), as pessoas compravam The Outer Worlds na mesma para mostrar o desagrado com a Bethesda.

IMAGINE PAYING A MONTHLY SUBSCRIPTION FOR FALLOUT 76. LIKE....IMAGINE!!!

#9 -- A Plague Tale Innocence (PC, PS4, Xbox One)

Skill Up apenas ouviu falar deste jogo uma semana antes de ele ser lançado. Para um indie, este tem uns gráficos que conseguem fazer inveja a muitos jogos AAA. Algo que também destaca são as expressões faciais. Outro ponto relevante prende-se com os ratos: a tecnologia que os torna tão realista, a quantidade que conseguimos ver no ecrã e como cada rato se movimenta independentemente dos outros é uma proeza para um estúdio indie.

#8 -- Luigi’s Mansion 3 (Switch)

Este jogo para Skill Up, é uma evolução natural da fórmula de 1998 de Banjo-Kazooie: a estética, o design dos níveis, os bosses que encontramos pelo caminho e muito mais. Apesar de muitas vezes ser visto como algo semelhante a Super Mario, Luigi’s Mansion 3 prefere levar os jogadores por caminhos mais íntimos com níveis mais pequenos e onde a câmera está sempre próximo de Luigi. Para além disso a nível estético é digno de um filme da Pixar.

#7 -- Metro Exodus (PC, PS4, Xbox One)

Apesar de ter saído em fevereiro e ter pouca presença nas listas de melhores do ano, Skill Up não se esquece de Metro Exodus desenvolvido pela 4A Games. Uma razão para se falar pouco, talvez seja por ter sido o primeiro jogo a ser exclusivo da Epic Games Store o que irritou bastante a comunidade. Mas apesar disso, Metro Exodus é um dos melhores First-Person-Shooters que saiu este ano. E para quem joga no PC foi um dos primeiros títulos a ter suporte para Ray Tracing.

Metro Exodus: GeForce RTX Real-Time Ray Traced Global Illumination Demo

#6 -- Disco Elysium (PC, PS4, Xbox One)

Disco Elysium é um inovador RPG de mundo aberto. És um detetive com um sistema de habilidades único à tua disposição e um quarteirão inteiro para seguires o teu caminho. Skill Up diz-nos que Disco Elysium desafia as fórmulas tradicionais de um RPG e ao fazê-lo, abre novas possibilidades para num futuro, os RPG “bebam” destas lições. Para além disso, Disco Elysium ganhou 4 prêmios no Game Awards e todos eles foram merecidos.

#5 -- Resident Evil 2 (PC, PS4, Xbox One)

Quando Skill Up fez a sua análise a Resident Evil 2, ele apostou que era o primeiro jogo candidato a GOTY de 2019, e tinha razão. É difícil encontrar uma lista de melhores do ano onde não esteja presente Resident Evil 2 e isto acontece porque é mesmo bom: para além de ser um testemunho ao legado deixado em 1998, a talentosa equipa da Capcom conseguiu dar um novo e refrescante look a zombies. Resident Evil 2 consegue manter o espírito do seu original enquanto também lhe trouxe novas mecânicas ajustadas aos jogos atuais.

#4 -- Death Stranding (PS4)

Em primeiro lugar, Skill Up aborda as controvérsias análises a Death Stranding: refere-se especificamente à da IGN que apesar de lhe ter dado uma “má” nota para níveis de Hideo Kojima, considere-a uma análise justa que compreendeu o jogo mas não gostou. Para Skill Up, Death Stranding é uma proeza tanto a nível técnico, como a nível de ambição: temos uma nova forma de abordar um jogo que traduz-se num principal inimigo que é o terreno. Em Death Stranding tens que saber escolher o peso que Sam Bridges carrega, tens que saber escolher o terreno que vais pisar (água, montanha, planícies, etc), tens que ter em consideração a atmosfera, os inimigos humanos que ocupam o mundo e muito mais.

#3 -- Sekiro: Shadows Die Twice (PC, PS4, Xbox One)

Sekiro: Shadows Die Twice - Official Launch Trailer | PS4

Um jogo a apostar na fórmula souls like, Sekiro é visto por Skill Up como um jogo de respeito, isto porque existem características de génio na construção de Sekiro como por exemplo o combate: este está mais refinado que nunca. O combate parece que tem um ritmo próprio com uma margem de erro muito reduzida e como uma penalização elevada quando falhas. Um problema que destaca, no combate, refere-se precisamente a esse ritmo. Considera que é mais importante conhecer os movimentos do inimigo do que propriamente os teus o que pode levar algumas pessoas a achar o combate limitante e sem espaço para improviso.

#2 -- Final Fantasy XIV: Shadowbringers (PC, PS4, Xbox One)

FINAL FANTASY XIV: SHADOWBRINGERS Full Trailer

Skill Up tem mais de 500 horas investidas neste jogo. Destaca que é preciso jogar e não comprar um pack para aumentar o teu nível até ao máximo como acontece em tantos MMO (estou a olhar para ti World of Warcraft): isto seria como joagres Red Dead Redemption 2 e ires diretamente para a última missão. Skill Up esperava um típico MMO: fetch quests, muito grind, missões repetitivas e muito mais. Apesar de isto também existir, afinal de contas é um MMO, também teve personagens que lhe marcaram na sua jornada, mundos em que adorou estar, classes extremamentes complexas, desenvolvidas e diversificadas, missões interessantes e muito mais. Shadowbringers é o melhor jogo JPRG que Skill Up já jogou.

#1 -- Outer Wilds (PC, PS4, Xbox One)

Outer Wilds - Launch Trailer | PS4

Não confundas este jogo com The Outer Worlds. Este é o GOTY (Jogo do Ano) para Skill Up. Outer Wilds é um mistério de mundo aberto sobre um sistema solar preso num loop infinito de tempo. Em Outer Wilds, o jogador é um astronauta que começa acampando num planeta perto do seu foguetão. Dentro de 22 minutos do jogo, o sol ficará supernova, terminando o jogo, embora o jogo reinicie no mesmo ponto. Isto é o mais fascinante em Outer Wilds: um loop de gameplay centrado em 22 minutos e nesse tempo o jogador tem que explorar os vários biomas.

E tu o que achaste desta lista? Qual é a tua lista TOP 10 deste ano? Deixa um comentário abaixo.

Se gostam dos nossos contéudos deixem o vosso Like na nossa página do Facebook. Podem também seguir-nos no Instagram ou Twitter. Adicionem a GameHub.pt aos vossos favoritos no Google News e acompanhem semanalmente o nosso Podcast.