O remake de Resident Evil 3 da Capcom reportou os números de lançamento mais baixos da série principal em mais de uma década, de acordo com os dados da própria editora.

Até 30 de junho, a última entrada na série vendeu cerca de 2,7 milhões de unidades após quase três meses de vendas.

O número marca um declínio significativo de 55% das vendas de lançamento de dois meses do Resident Evil 2 de 4.2 milhões e um declínio de 30% das vendas de lançamento de dois meses do Resident Evil 7 de 3.5 milhões.

Também é inferior ao lançamento de 4.8 milhões de Resident Evil 6 e 5 milhões de Resident Evil 5 (ambos em três meses).

Resident Evil 2 | Launch Trailer | PS4

Nos seus últimos resultados financeiros, a editora descreveu as vendas de lançamento da RE3 como “sólidas”, sugerindo que elas poderiam estar dentro das suas próprias expectativas.

O declínio do lançamento de Resident Evil 3 poderia ser parcialmente creditado à pandemia de coronavírus, que perturbou significativamente as cadeias de fornecimento em torno do lançamento em abril de Resident Evil 3.

O título também recebeu críticas menos favoráveis em comparação com o seu predecessor, com uma pontuação Metacritic entre 77 e 84, em comparação com os 89 a 93 do Resident Evil 2.

A Capcom anunciou que a série Resident Evil já vendeu 103 milhões de unidades até ao momento.

Podem ler aqui a nossa review de Resident Evil 3: Remake.

A próxima entrada da série, Resident Evil Village, foi revelada durante o evento da PlayStation 5, em junho. O título em primeira pessoa está previsto para lançamento no PC e consolas da próxima geração em 2021.