A CD Projekt Red, pela voz de Marcin Iwiński, uma das caras mais conhecidas do estúdio e seu co-fundador, apresentou um novo vídeo onde emite um pedido de desculpa sobre o lançamento de Cyberpunk 2077.

No vídeo, Iwiński admite que as versões para as consolas “não atendeu aos padrões de qualidade que queríamos” e que este neste vídeo, ele e toda a administração/liderança pedem publicamente desculpas.

É pedido aos fãs que não apontem culpas aos vários colaboradores do estúdio que desenvolveram o jogo porque “são pessoas incrivelmente talentosas e trabalhadoras. Eu (Iwiński) e a administração tomamos as decisões finais e fomos nós que escolhemos lançar o jogo”.

É-nos explicado que o jogo foi primariamente desenvolvido no PC e que a ideia era depois escalar para o hardware mais atingo e isso exigiu uma constante otimização do sistema de streaming, por exemplo e tendo em conta as capacidades da PS4 e Xbox One, isso tornou-se um grande obstáculo e a CDPR subestimou os desafios.

De seguida ao pedido de desculpa e pequena explicação do desenvolvimento, Iwiński mostra-nos o que está para chegar através do seguinte roadmap.

Roadmap de Cyberpunk 2077 para 2021

Tal como tinha sido dito em dezembro, nos próximos 10 dias, ou seja ainda em janeiro, vamos receber o patch 1.1 e em fevereiro chegará o patch 1.2. Estes dois patchs visam corrigir grande parte dos problemas de performance e bugs que o jogo tem vindo a enfrentar de uma forma geral em todas as plataformas mas mais específicamente na PlayStation 4 e Xbox One.

Pelo que é possível ver no roadmap, o DLC grátis que estava previsto chegar em janeiro foi ligeiramente adiado com lançamento agora para o primeiro semestre de 2021.

Relativamente à atualização de próxima geração para a PlayStation 5 e Xbox Series X|S, terás que esperar pelo segundo semestre de 2021 para a receber.

No caso da PlayStation, onde o jogo ainda está removido, a CDPR, no seu website, informou que “estamos a trabalhar em atualizações, e estamos a trabalhar com a Sony para trazer Cyberpunk 2077 de volta à PlayStation Store o mais depressa possível”.

Durante as próximas semanas/meses a CDPR prometeu revelar mais detalhes sobre o que tem previsto para o jogo mas, por enquanto, o foco total parece estar centrado em corrigir problemas de performance e de bugs.

Apesar de um lançamento com muitos problemas, Cyberpunk 2077 conseguiu vender mais de 13 milhões de unidades desde o seu lançamento.

O que achaste do vídeo? E do roadmap? Deixa a tua resposta nos comentários!